Majeski indica libras e tecnologias assistivas para garantir aprendizado aos alunos com deficiências



Presidente da Frente Parlamentar de Apoio a Inclusão, a Acessibilidade e Cidadania das Pessoas com Deficiência, o deputado estadual Sergio Majeski (PSB) indicou ao Governo do Estado a inclusão da tradução em Libras nas videoaulas e a disponibilização imediata de outras tecnologias assistivas aos alunos com deficiência que têm a necessidade de acompanhar pela TV ou internet os conteúdos escolares nesse período de isolamento social.


Aprovada pelos deputados estaduais em sessão virtual desta segunda-feira (04), a Indicação nº 766/2020 tem como objetivo minimizar os impactos no aprendizado de crianças e adolescentes durante a suspensão das aulas presenciais na Rede Estadual de Ensino, programada para seguir até o dia 30 de maio.


“O dia a dia dos alunos com deficiência nas salas de aula já apresenta limitações e agora com as aulas a distância as dificuldades só tendem a aumentar. É importante que toda tecnologia e recursos disponíveis estejam à disposição nesse momento”, destaca o deputado Majeski.


Enquanto persistir o isolamento devido à pandemia do coronavírus, cerca de 240 mil alunos vão receber conteúdo dentro do Programa EscoLAR, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Educação.


De acordo com representantes de pais de alunos que mantêm contato com o gabinete do deputado Majeski, por intermédio das plataformas digitais, há preocupação quanto ao aproveitamento dos alunos com deficiência nesse período de aulas a distância e a inclusão de Libras e legendas nos vídeos beneficia um grupo significativo de estudantes.



Imagem: Internet

0 comentário