Majeski pede programa para regularização ambiental



O deputado Sergio Majeski (PSDB) quer que o Executivo implante um Programa de Regularização Ambiental (PRA) para incentivar a recuperação e regeneração de reservas em propriedades.

O Código Florestal (Lei Federal 12.651/2012) estabeleceu a obrigatoriedade de o chefe do Poder Executivo (União, Estados e Distrito Federal) implantar os programas de posses e propriedades rurais no prazo de um ano (prorrogável uma vez) após a publicação do código. O pedido do deputado é objeto da Indicação 1639/2017.

O parlamentar lembra, que uma vez já inscrito no Cadastro Ambiental Rural (CAR), o produtor ao aderir a um PRA poderá definir como regularizar passivos de Áreas de Preservação Permanente (APP) e de Reserva Legal (RL) e comprovar o cumprimento da legislação. Além disso, o produtor passa a acessar benefícios para a regularização, como metragens mais brandas de APP e possibilidade de compensação da RL.

“Com a implantação e aprovação do PRA conseguiremos dar um passo à frente na conservação ambiental garantindo melhorias ambientais para o Estado, sendo elas na qualidade do ar, dos recursos hídricos e consequentemente na saúde da população”, defende o tucano.

Majeski destaca ainda outros benefícios, como a restauração de RL com plantio intercalado de 50% com espécies exóticas e 50% com nativas, suspensão de processos administrativos e criminais e a manutenção das atividades agrossilvipastoris consolidadas nas propriedades que foram convertidas até 22 de julho de 2008.

Texto: Web Ales

Assessoria de Imprensa

Fiorella Gomes

#regularizaçãoambiental #programa #PRA #SergioMajeski #MeioAmbiente #CódigoFlorestal

0 comentário