Ciência e Tecnologia recebe desenvolvedores de app que ensina pomerano



Em um país com 300 mil descendentes de pomeranos, sendo 140 mil apenas no Espírito Santo, a língua materna dessas pessoas encontra dificuldades para se manter. Muito disso se deve à falta de ensino do idioma nas salas de aula. Na esperança de mudar essa realidade, o professor Hilderson Jacob, de Santa Maria de Jetibá, na Região Serrana do Espírito Santo, pensou o aplicativo de celular.

“Aprenda Pomerano”, juntamente com as professoras Lilia Janot Stein e Sintia Bausen Kuster. Eles foram recebidos pela Comissão de Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa (Ales), que tem como presidente o deputado Sergio Majeski (PSDB), na reunião dessa terça-feira (16).

A ferramenta é gratuita e está disponível apenas para o sistema operacional Android, na loja Google Play. Ela apresenta diversas funcionalidades de aprendizado, divididas em 10 categorias, além de tradução em tempo real para diversos idiomas.

Jacob afirma que esse é o primeiro aplicativo do mundo que ensina pomerano. “Isso é uma conquista enorme para o nosso povo. Não é um dicionário e, sim, uma forma gostosa e divertida, para que pessoas de qualquer idade possa aprender a nossa língua”, explicou.


O presidente do colegiado deputado Sergio Majeski (PSDB), de descendência pomerana, elogiou a iniciativa. “É uma evolução muito grande no trabalho de resgate da cultura desse povo, do qual eu, de certa forma, também faço parte. As novas gerações são as que tem mais problemas em aprender o pomerano, às vezes, porque muitos pais já esqueceram ou não foram estimulados a falar. Isso contribui muito para o aprendizado e o resgaste dessa língua”, afirmou.

Para Majeski o impacto do aplicativo é importante para os municípios capixabas onde há concentração desses povos. “Contribui muito para a alfabetização. Os idealizadores narraram aqui a dificuldade de aprendizado que essas crianças pomeranas enfrentam, porque são alfabetizadas apenas em língua portuguesa, e avançam séries sem saber ler ou escrever. Se passarem a ser alfabetizadas de forma bilíngue, isso facilita esse processo, reduzindo até mesmo a evasão escolar, porque muito dessas crianças desistem dos estudos por conta desse problema”, disse.

No Estado, as comunidades pomeranas são encontradas nos municípios de Santa Maria de Jetibá, Santa Leopoldina, Domingos Martins, Itarana, Itaguaçu, Santa Teresa, Vila Pavão, Pancas, Afonso Cláudio e Laranja da Terra.

O Projeto

O aplicativo “Aprenda Pomerano” é fruto de um projeto de pós-graduação em tecnologias para educação, em que Hildebrando Jacob é aluno. Ele foi contemplado pelo Funcultura, no edital 05/2015 - Seleção de Projetos Culturais e Concessão de Prêmio para a Criação de Pontos de Memória, da Secretaria de Estado da Cultura (Secult). Há ainda tem apoio do Ministério da Cultura e Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).

“A principal motivação deste aplicativo veio da comunidade, onde percebi que existem várias pessoas que gostariam de aprender o pomerano, tanto no comércio, quanto nas escolas, e na área da saúde. Penso que a conquista deste aplicativo é de todo o povo pomerano”, destacou.

Downloads

Até essa terça-feira (16), a equipe do “Aprenda Pomerano” já somava mais de 4 mil downloads. Segundo Hildebrando, são pessoas de diversas partes do mundo, sendo pomeranos, filho de pomeranos, estudiosos e curiosos em aprender o idioma.


Países como Argentina, Alemanha, Polônia, Índia, México, Portugal, Coreia do Sul, Estados Unidos, China, Espanha, Indonésia, Itália, Rússia e Turquia estão listadas como locais de origem de downloads do aplicativo.

A Pomerânia

O pomerano é uma língua original da Pomerânia, região história e geográfica localizada ao norte da Polônia e da Alemanha, na costa sul do mar Báltico. Muitos pomeranos emigraram para o Brasil durante o século XIX e, hoje, encontram-se nos estados do Espírito Santo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Rondônia.

Assessoria de Imprensa Fiorella Gomes

#Android #aplicativo #APP #celulares #ciênciaetecnologia #Comissão #Pomerano #línguapomerana

Especiais

Clipping

Deputado Sergio Majeski
Avenida Américo Buaiz, 205, Gab. 602
Enseada do Suá, Vitória | Espírito Santo | Brasil
29.050-950

Telefone: 27 3382-3582
E-mail: sergiomajeski@al.es.gov.br

Contato

© Sergio Majeski 

Todo o nosso material é livre para compartilhamento, reprodução e divulgação, desde que seja citada a fonte: sergiomajeski.com.br

Planejamento Estratégico, Site, Planejamento Digital  - Thaís Aguiar

Política de privacidade

  • whatsapp_edited
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram