Deputado Sergio Majeski economiza 370 mil reais em 2015



Cada gabinete da Assembleia Legislativa tem à disposição um recurso, chamado de cota parlamentar no valor de R$7.800,00 por mês (acumulativo durante o ano), para ser usado em combustíveis, material de expediente, diárias, telefone, postagens, passagens aéreas, entre outras despesas necessárias para a manutenção do mandato. O valor anual de 2015 foi de R$85.800,00. Desse total, o gabinete do deputado estadual Sergio Majeski (PSDB) devolveu em 2015 cerca de 72%, ou seja, R$61.449,00.

Por outro lado, cada deputado pode contratar até 18 assessores, sem que isso ultrapasse o limite mensal aproximado de R$ 88.066,51 (incluindo salários, vale alimentação e auxilio saúde). Hoje, a equipe do deputado Majeski é composta por 10 assessores. "Buscamos ao máximo otimizar os recursos que temos à disposição, economizando o dinheiro público, sem que isso comprometa a qualidade do trabalho prestado. Por isso, do total que poderíamos gastar com servidores, devolveremos R$309.308,00, ou seja, 33,2% do total", comemora.

Somando a devolução da verba gabinete e da contratação de servidores, o gabinete do deputado Sergio Majeski devolveu cerca de R$370.000,00 no ano passado. Confira abaixo os números.



0 comentário

Posts recentes

Ver tudo