NOTA DE REPÚDIO



Venho manifestar minha total solidariedade à colega de profissão Rafaella Machado, professora de Inglês da Escola Estadual "Prof. Renato José da Costa Pacheco", em Vitória, e o pleno repúdio aos ataques sofridos por ela, no ambiente de trabalho, por um vereador da Capital.


Trabalhei por mais de 30 anos em sala de aula, nas redes municipal de Vitória, Estadual e particular, e nas mais diversas situações vivenciadas nesse período jamais houve um episódio tão insano e constrangedor como esse sofrido na última sexta-feira (18).


As atividades pedagógicas desenvolvidas nas escolas estaduais são planejadas e aprovadas por profissionais da educação, de acordo com as diretrizes da Secretaria Estadual de Educação, e a escola "Prof. Renato José da Costa Pacheco" é uma das mais bem estruturadas da rede pública.


Cabe ressaltar que, no início deste mês de junho, o mesmo agressor já havia praticado ataques aos profissionais da educação do CMEI “Odila Simões”, em Vitória, comprovando recorrência e perseguições.


Reitero nosso apoio e respeito à profissional vítima dos ataques inaceitáveis e aguardamos as devidas apurações dos crimes de invasão, preconceito e ofensa registrados no episódio.


Respeito aos professores e às escolas. Chega de ataques e ofensas.



Vitória, 21 de junho


Sergio Majeski – professor e deputado estadual

0 comentário