Majeski faz questionamentos ao governador sobre Escola Viva



O deputado estadual Sergio Majeski (PSDB) participou da reunião que aconteceu nesta segunda-feira (30) no Palácio Anchieta para apresentação das Diretrizes do Planejamento Estratégico do governo 2015/2018.

Após a explanação do governador Paulo Hartung, cada deputado teve a oportunidade de fazer suas considerações. Sergio Majeski, novamente, insistiu no tema do Projeto Escola Viva, quando disse que havia visitado algumas escolas do Estado, e que segundo ele estão em péssimas condições: "Algumas mal dá para chamar de escola”. O deputado afirmou que a situação atual das escolas capixabas não é convidativa para os alunos. O deputado fez alguns apontamentos ao governador quando este disse que “o compromisso do Governo é reformar e construir 100 % das escolas estaduais”.

Majeski questionou se este comprometimento também será com as demais escolas que também precisam de infraestrutura, ou somente as atendidas pelo projeto Escola Viva.

Ele questionou ainda em que medida o projeto Escola Viva responde aos problemas enfrentados atualmente pelos professores e alunos? Qual a garantia de que dará certo?

Ele chamou a atenção também com relação à baixa remuneração do professorado, dizendo que “ é humilhante para um professor receber cerca de R$ 1600 para dar aulas em um ambiente sem condições para receber o aluno e o professor”, e ainda comparou o salário do magistério ao tíquete dos funcionários do poder Judiciário do Estado.

O parlamentar questionou o governador sobre “o que é essa valorização do magistério”. “Esse é um termo muito abrangente, é necessário ser mais preciso. A estrutura das escolas será diferente? O tempo do trabalho dos professores, a carga horária vai mudar? Como será essa valorização? Vai aumentar os salários? Os cursos de reciclagem? O que é a qualidade da Educação? O que o governo entende por qualidade na Educação? É se pautar pelos índices do IDEB?” Enfim, Sergio Majeski terminou lançando um convite a todos os seus colegas parlamentares presentes e a classe política de um modo geral, e citou o nome do secretário Haroldo Corrêa Rocha e do Governador Paulo Hartung, convidando os para que fossem as escolas do interior e da Grande Vitória, conhecer de perto a realidade dos alunos e dos professores. Apesar de todos esses questionamentos, o deputado não obteve resposta por parte do governador. Na última sexta-feira, a convite de alunos e professores, o deputado visitou escolas de Aracruz, Serra e Vila Velha, e conferiu “in loco” o questionamento desses agentes da Educação. Ele ainda pode observar escolas sem infraestrutura, sem água, biblioteca, ventiladores, escolas sem vigias, em situação de risco para os funcionários, crianças e adolescentes sem aulas por falta de professor, alunos amontoados em salas de aulas pequenas, quentes indisciplinados, entre outros problemas.

Nesta quarta a tarde e quinta-feira (01 e 02/abril), o deputado também vai continuar a visitar as escolas de Santa Maria de Jetibá, com o objetivo de constatar a qualidade e o serviço prestado na educação. As escolas a serem visitadas são da comunidade de Caramuru, Alto Santa Maria, Alto Rio Possmoser, Recreio, São João do Garrafão e também a sede do município.

Assessoria de Comunicação Flavio Santos Izabel Mendonça Leo Júnior

Fotografia Comunicação ALES


Especiais

Clipping

Deputado Sergio Majeski
Avenida Américo Buaiz, 205, Gab. 602
Enseada do Suá, Vitória | Espírito Santo | Brasil
29.050-950

Telefone: 27 3382-3582
E-mail: sergiomajeski@al.es.gov.br

Contato

© Sergio Majeski 

Todo o nosso material é livre para compartilhamento, reprodução e divulgação, desde que seja citada a fonte: sergiomajeski.com.br

Planejamento Estratégico, Site, Planejamento Digital  - Thaís Aguiar

Política de privacidade

  • whatsapp_edited
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram