Demissão de cerca de mil professores da rede pública estadual é denunciada por Majeski



A demissão de cerca de mil professores em designação temporária pela Secretaria Estadual de Educação (Sedu), e as consequências dessa decisão, ganharam ampla divulgação na Assembleia Legislativa por meio do deputado Sergio Majeski (PSDB). Da Tribuna da Casa, o parlamentar questionou o fato das demissões ocorrerem com o ano letivo em curso e sem a substituição desses profissionais.

“A Secretaria de Educação, ao meu ver, está cometendo uma grande injustiça. São profissionais que já atestaram algum grau de incompetência, se não teriam sido contratos novamente este ano. E, pior, a Sedu demite antes de selecionar os novos professores. Existem, agora, centenas, quiçá milhares, de alunos sem aula em função desse processo”, afirmou.

Majeski ponderou se essa decisão não poderia ter sido feita no final do ano, para não causar problemas no andamento do ano letivo. “Ela está tentando resolver um problema criando outro maior, causando problemas na continuação e andamento das turmas”, apontou.

No ano passado a Sedu passou a analisar de forma mais criteriosa alguns certificados apresentados por professores e concluiu que eles foram emitidos por instituições não regulamentadas pelo Ministério da Educação. As demissões começaram neste mês de maio, após o Estado derrubar uma liminar da Justiça que garantia aos professores a permanência nas salas de aula.

Desdobramentos

A Secretaria de Educação (Sedu) entrou na mira do Ministério Público Estadual (MPES), que abriu procedimento para apurar as demissões dos professores antes da metade do ano letivo após receber denúncias. O motivo da apuração seria exatamente o fato de várias turmas do ensino fundamental e ensino médio estarem sem aulas de matérias específicas. A situação mais crítica se dá nas escolas estaduais de Guarapari, onde alunos já realizaram protestos, uma vez que poderá haver interrupção do ano letivo e perda do conteúdo das disciplinas por parte dos alunos.

Assessoria de Imprensa

Fiorella Gomes

#AnoLetivo #Demissões #Denúncia #DesignaçãoTemporária #Educação #Escolas #MinistérioPúblico #MPES #Professores #sedu #Majeski #sessãoordinária

© Sergio Majeski 

Todo o nosso material é livre para compartilhamento, reprodução e divulgação, desde que seja citada a fonte: sergiomajeski.com.br

Planejamento Estratégico, Site, Planejamento Digital  - Thaís Aguiar

Política de privacidade

  • whatsapp_edited
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram