As pessoas estão perdendo a capacidade de se indignar


O deputado estadual Sergio Majeski (PSB) dedicou a fase dos oradores na sessão desta segunda-feira (08) para fazer uma reflexão sobre a banalização do mal vivenciada no dia a dia da sociedade. Utilizando exemplo do trabalho de Hannah Arendt, “Eichmann em Jerusalém”, sobre o julgamento do tenente-coronel nazista, Adolf Eichmann, um dos arquitetos do holocausto, o parlamentar fez referência ao comportamento atual das pessoas, em meio aos episódios de crimes e violências, que estão perdendo a capacidade de se indignar.




Foto: Tati Beling

0 comentário