Aumento dos salários do Judiciário expõe relações entre os poderes


O reajuste de 16,38% sobre os salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), aprovado pelo Senado Federal e sancionado pelo presidente, no apagar das luzes do Governo Temer, realça a ‘camaradagem’ existente entre os poderes.

Na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Sergio Majeski (PSB) destacou pontos importantes sobre a relação entre Executivo, Legislativo e Judiciário, citando também situações emblemáticas ocorridas no estado do Rio de Janeiro.

Confira o discurso.


#PolíticaNacional #Senado #STF

0 comentário