Nota no Ideb: "Estamos longe da meta estipulada", diz Majeski


A nota alcançada pelo Espírito Santo no Índice de Educação do Ensino Básico (Ideb), do Ministério da Educação (MEC), foi repercutida pelo deputado Sergio Majeski. O Estado ficou em quarto lugar entre os ensinos públicos do país, ao tirar 3,7 pontos na avaliação em 2015. Antes, em 2013, a nota era 3,4 pontos.

Com o desempenho tímido, Majeski lembra que a meta para o Ideb estabelecida nos planos estadual e nacional de Educação está longe de ser alcançada. "Nosso panorama é tão ruim que qualquer melhora a gente tem que se alegrar, mas longe de comemorar, pois estamos longe da meta estipulada”, lembrou.

O parlamentar ainda disse ter estranhado o posicionamento do secretário de Estado da Educação (Sedu), Haroldo Correa Rocha, que atrelou a nota alcançada pelo Estado aos programas Escola Viva e Jovem de Futuro. “O Ideb é calculado a cada dois anos, o de 2015 retrata os anos anteriores. O Escola Viva só foi instalado em agosto de 2015 e não participou da avaliação, pois a prova é um sorteio, não é feita em todas as escolas, e o Jovem de Futuro nem tinha sido instalado”, afirmou.


Majeski acredita que a afirmação do governo, confunde a opinião pública e atrela o desempenho mais ao PDDE. “A elevação da nota do Ideb guardaria uma relação muito maior com o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), implantado pelo Casagrande (ex-governador) e cortado pela metade por Paulo Hartung, e também com o Ensino Médio Inovador, que tinha sido implementado e dava autonomia maior para as escolas de Ensino Médio”, apontou.

Ideb

O Ideb é um indicador geral da educação nas redes privada e pública, uma espécie de nota. Para chegar ao índice, o MEC calcula a relação entre rendimento escolar (taxas de aprovação, reprovação e abandono) e desempenho no Saeb/Prova Brasil aplicada para crianças do 5º e 9º ano do fundamental e do 3º ano do ensino médio. O índice é divulgado a cada dois anos e tem metas projetadas até 2021, quando a expectativa para os anos iniciais da rede estadual é de uma nota 6,0.

O Ideb relaciona duas dimensões: o desempenho dos estudantes em avaliações de larga escala e a taxa de aprovação. O desempenho é calculado a partir da Prova Brasil/Saeb, quando os estudantes do 5º e do 9º ano do Ensino Fundamental e da 3ª série do Ensino Médio são avaliados em Leitura e Matemática. O índice varia de 0 a 10: quanto maior for o desempenho dos alunos e o número de alunos promovidos, maior será o Ideb.

Assessoria de imprensa Fiorella Gomes

#ALES #Educação #EscolaViva #IDEB #JovemdeFuturo #PDDE #SEDU #Majeski

Especiais

Clipping

Deputado Sergio Majeski
Avenida Américo Buaiz, 205, Gab. 602
Enseada do Suá, Vitória | Espírito Santo | Brasil
29.050-950

Telefone: 27 3382-3582
E-mail: sergiomajeski@al.es.gov.br

Contato

© Sergio Majeski 

Todo o nosso material é livre para compartilhamento, reprodução e divulgação, desde que seja citada a fonte: sergiomajeski.com.br

Planejamento Estratégico, Site, Planejamento Digital  - Thaís Aguiar

Política de privacidade

  • whatsapp_edited
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram