NÃO ACREDITE EM TUDO O QUE LÊ!

As notícias falsas não são apenas aquelas  engraçadas, criadas para provocar o leitor. Atualmente são criadas com a única missão de disseminar boatos e inverdades com informações que não estão 100% corretas sobre pessoas, partidos políticos, países, políticas públicas, etc.

Quantas vezes você sai falando sobre uma matéria de jornal e, na verdade, só leu a manchete? Quantas vezes você checa a informação que um colunista do qual você gosta publicou? Quantas vezes antes de compartilhar você checa a informação que chegou a você?

 

Você já deve ter ouvido falar nas 'fake news'. Notícias falsas compartilhadas diariamente nas redes sociais para confundir, alarmar e até criar pânico na população.

 

Com as facilidades de acesso e lucros com anúncios digitais nas redes sociais, somado à polarização política no país e no mundo, a  distribuição deliberada de desinformação ou boatos vem aumentando a cada dia, a ponto de deixar de ser desinformação e virar crime.

O grande problema, é que milhares de pessoas acreditam nesses boatos e acabam compartilhando as mentiras nas redes sociais, ajudando a espalhar o conteúdo inverídico de forma ainda mais rápida. Afinal, o mundo inteiro está a um clique de distância. 

#PraCegoVer: Na imagem com 10 dicas para identificar as Fake News.

Desinformação e propaganda afetam intensamente o exercício da democracia. Isso porque uma exposição negativa falsa pode significar o fracasso de uma imagem, de uma empresa ou de uma pessoa.

 

Especialistas alertam que a polarização política preparou o terreno para sites com forte viés ideológico. Esses sites inundaram as redes sociais e podem ser decisivos na disputa pelo voto.

A tendência é que as notícias falsas ganhem bastante protagonismo na próxima disputa eleitoral brasileira, causando um impacto extremamente negativo no debate político e em ano de eleições, a influência desse tipo de mentira na internet causa ainda mais preocupação à Justiça Eleitoral e Polícia Federal.

Não há dúvidas que a participação popular no controle e combate a falsas notícias é e sempre será a principal forma de inibir essa propagação. O controle e responsabilidade cidadã, na propagação de informação deverão ser ainda mais criteriosos.

Pensando nisso abrimos mais uma porta de comunicação. Um espaço exclusivo para que qualquer capixaba possa entrar em contato conosco para checar uma informação, buscar dados para comprovação ou não da veracidade de fatos apresentados na rede e também ajudar no combate às mentiras publicadas “denunciando” aqui, caso tenha acesso a alguma publicação duvidosa envolvendo o nome do deputado Majeski. Afinal, o mundo cabe em um único click.

 

Envie aqui sua denúncia, crítica ou sugestão:

A IMPORTÂNCIA DO COMBATE 

Saiba mais:

#PraCegoVer: Na imagem recorte do site G1, com conteúdo tratando das Fake News.

#PraCegoVer: Na imagem recorte do site do Estadão, com conteúdo tratando das Fake News.

#PraCegoVer: Na imagem recorte do site El País, com conteúdo tratando das Fake News.

© Sergio Majeski 

Todo o nosso material é livre para compartilhamento, reprodução e divulgação, desde que seja citada a fonte: sergiomajeski.com.br

Planejamento Estratégico, Site, Planejamento Digital  - Thaís Aguiar

Política de privacidade

  • whatsapp_edited
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram