No Espírito Santo, algo que deveria ser mera excepcionalidade tem se tornado regra: em alguns setores, o número de funcionários em designação temporária (DTs) é maior do que o número de servidores efetivos. Tanto a Constituição Federal quanto a Estadual estabelecem que a contratação de servidores públicos para cargos e empregos, em geral, deve ser feita por meio de concurso. Entretanto, possuem incisos que permitem a contratação por tempo determinado, mas somente para atender a uma “necessidade temporária de excepcional interesse público”, ou seja, casos emergenciais. Esse não tem sido o caso do Estado.

Atualmente, há 16.807 funcionários em designação temporária no Espírito Santo. O caso mais notório onde o número de funcionários em designação temporária (DTs) é maior do que o número de efetivos é na pasta da Educação. Do total de DTs existentes, 10.759 atuam na Secretaria de Educação (Sedu) (64%), 2.829 na Secretaria de Saúde (Sesa) (16,83%), 1.307 na Secretaria de Justiça (Sejus) (7,8%) e 1.294 no Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases) (7,7%). Confira.

Baixe aqui a tabela completa dos dados sobre DTs:

Percentual e número de DTs do Estado

SEDU - 10759

SESA - 2829

SEJUS - 1307

IASES - 1294

OUTROS - 618

TOTAL: 16807

Número de DTs por Secretaria

SEDU  - 10.759

PROFESSORES DT - 8551

PROFESSORES EFETIVOS - 6391

TOTAL - 14942

DTs - 1966

EFETIVOS - 409

Total - 2375

IASES  - 1.294

DTs - 1294

Efetivos - 225

SESA  - 2.829

DTs - 1166

Efetivos - 565

SEJUS  - 1.307

DTs - 1299

Efetivos - 1933

© Sergio Majeski 

Todo o nosso material é livre para compartilhamento, reprodução e divulgação, desde que seja citada a fonte: sergiomajeski.com.br

Planejamento Estratégico, Site, Planejamento Digital  - Thaís Aguiar

Política de privacidade

  • whatsapp_edited
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram